• General Search
  • Companies
  • Blogs
processing

Exposição “Momentos de Luz”, de Américo Gonçalves

Exposição “Momentos de Luz”, de Américo Gonçalves
Exposição “Momentos de Luz”, de Américo Gonçalves
A Câmara Municipal de Coimbra terá patente ao público, na Galeria Almedina, entre 10 de maio e 1 de julho, a exposição de aguarelas intitulada “Momentos de Luz”, da autoria de Américo Gonçalves.

Descrição

Exposição “Momentos de Luz”, de Américo Gonçalves, de 10 de maio a 1 de julho na Galeria Almedina

A Câmara Municipal de Coimbra terá patente ao público, na Galeria Almedina (espaço contíguo ao Edifício Chiado), a partir da próxima quinta-feira, 10 de maio, a exposição de aguarelas intitulada “Momentos de Luz”, da autoria de Américo Gonçalves. Nesta exposição, os trabalhos de Américo Gonçalves representam o movimento, a luz e a atmosfera na paisagem urbana, rural ou marítima onde a presença humana tem, quase sempre, um importante protagonismo.
Américo António de Oliveira Gonçalves nasceu em Coimbra em 1963, cidade onde vive atualmente. Desde cedo revelou o gosto pelo desenho e, mais tarde, também pela pintura, em especial, a aguarela. Foi ao admirar a pintura de José Malhoa que se sentiu impulsionado a fazer os primeiros estudos. Mas a sua pintura é influenciada por vários aguarelistas que muito admira.
Frequentou cursos livres de desenho, na ARCA em Coimbra e na Cooperativa Árvore, no Porto, da qual é membro. Frequentou o Curso de Arte e Design na Escola Superior de Educação de Coimbra.
A sua paleta é simples e composta pelos cinzentos azulados, os ocres, os amarelos ou os castanhos. Recorre, ocasionalmente, ao carvão e ao pastel seco, desenhando sobre papel. Inspirado pelos caprichos da luz, o autor procura devolver a cada lugar, a cada momento, aquilo que recebeu e que mais o tocou.
Expõe desde 1997, tendo participado em cinco exposições coletivas e mais de uma dezena de exposições individuais, sobretudo, na Região Centro. A sua obra artística passou por espaços localizados em Coimbra, Figueiró dos Vinhos, São Pedro da Afurada e Almeida.
A exposição estará patente até ao dia 1 de julho, de terça a sexta-feira, entre as 10h00 e as 18h00; aos sábados e domingos, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00. Encerra à segunda-feira e aos feriados.
A entrada é livre.