• General Search
  • Companies
  • Blogs
processing

Torre de Anto recebe a primeira edição da Mostra da Guitarra de Coimbra

Torre de Anto recebe a primeira edição da Mostra da Guitarra de Coimbra
I.ª Mostra da Guitarra de Coimbra
A Câmara Municipal de Coimbra, em colaboração com a Secção de Fado da Associação Académica de Coimbra, inicia a 27 de fevereiro uma iniciativa dedicada à guitarra de Coimbra, a “I.ª Mostra da Guitarra de Coimbra”, que decorrerá entre fevereiro e novembro, no Núcleo da Guitarra e do Fado de Coimbra, localizado na Torre de Anto.

Descrição

Torre de Anto recebe a primeira edição da Mostra da Guitarra de Coimbra

A Câmara Municipal de Coimbra (CMC), em colaboração com a Secção de Fado da Associação Académica de Coimbra (AAC), inicia a 27 de fevereiro uma iniciativa dedicada à guitarra de Coimbra. Denominada “I.ª Mostra da Guitarra de Coimbra” esta iniciativa, de regularidade bimestral (à exceção dos meses de agosto e dezembro), decorrerá entre fevereiro e novembro, no Núcleo da Guitarra e do Fado de Coimbra, localizado na Torre de Anto.

No dia 27 de fevereiro, a Torre de Anto recebe, a partir das 18h30, o primeiro grupo participante: Ricardo Silva e José Figueiredo (nas guitarras de Coimbra), e Tiago José e João Teixeira (na viola), terminando com a guitarra de Simão Mota, acompanhado à viola pelo mestre Jorge Gomes.
A sessão tem uma duração aproximada de 30 minutos, na qual serão executadas várias peças para Guitarra de Coimbra, seguidas de uma conversa informal sobre o ensino, técnicas de execução, repertório e o futuro da Guitarra de Coimbra.

Trata-se do terceiro ciclo temático que, prosseguindo o objetivo de dinamizar o Núcleo da Guitarra e do Fado de Coimbra, dá sequência à promoção da música de raiz coimbrã, revelando uma outra faceta desta emblemática marca identitária de Coimbra, espalhada além-fronteiras.

Depois do sucesso obtido com os dois ciclos anteriores, genericamente alusivos aos temas “Canção de Coimbra: Cultores e Repertórios” (em 2016) e “Canção de Coimbra: Memórias e Testemunhos” (em 2017), a CMC aposta, agora, numa programação vocacionada para a Guitarra de Coimbra abrindo as portas da Torre de Anto a intérpretes provenientes das Escolas e dos Grupos da Secção de Fado da AAC, no intuito de apoiar e acarinhar um conjunto de jovens executantes, estudantes do cordofone e permitindo-lhes, simultaneamente, alguma visibilidade pública.

O ciclo I.ª Mostra da Guitarra de Coimbra prevê, ainda, na edição de 2018, outras quatro sessões: 24 de abril, 20 de junho, 16 de outubro e 20 de novembro.