• General Search
  • Companies
  • Blogs
processing

Resultados

O Paúl alberga uma variada população de aves (é uma importante zona de passagem outonal para migradores passeriformes e de nidificação de aves de caniçal) e de mamíferos.
Ver Mais
O jardim é um lugar soalheiro, que proporciona às crianças um espaço de lazer e de convívio.
Ver Mais
Inaugurado em 1889, só seria concluído em 1928, após remodelação projetada pelo horticultor paisagista Jacinto Matos.
Ver Mais
Foi lugar inspirador dos poetas José Régio, António Nobre e Eugénio de Castro. Hoje, constitui um miradouro, de onde parte da cidade pode ser contemplada.
Ver Mais
Inaugurado em Dezembro de 2001, constitui um lugar de lazer, convívio e prática desportiva. Dispõe de um circuito pedonal e de um parque infantil.
Ver Mais
A Quinta das Lágrimas deve o seu nome às desventuras do romance entre a dama Inês de Castro e o príncipe D. Pedro. A romântica tragédia coloca neste local a morte da bela Inês.
Ver Mais
Popularmente conhecido como "Jardim da Sereia", estava integrado na cerca do Mosteiro de Santa Cruz e data do séc. XVIII.
Ver Mais
O Jardim fazia parte integrante da Faculdade de Filosofia Natural e foi criado durante a Reforma Pombalina da Universidade de Coimbra, no ano de 1773.
Ver Mais
Lugar mítico da lenda coimbrã, da Lapa dos Esteios é possível apreciar uma paisagem única do rio e da cidade.
Ver Mais
Antigamente situava-se no centro de um dos três claustros do Mosteiro de Santa Cruz. No entanto, a lenda diz que o nome se deve ao facto de D. João III ter traçado o seu desenho na manga do seu gibão (vestidura antiga).
Ver Mais
Também conhecido por "Parque da Cidade", foi concebido na década de vinte do séc. XX, com projeto do paisagista Jacinto de Matos.
Ver Mais
Promontório rochoso, hoje ajardinado, cujo nome advém da tradição, segundo a qual D. Pedro ia frequentemente ao local, então conhecido por Pedra dos Ventos, chorar a perda da sua saudosa Inês.
Ver Mais
No século XVI era designada por "Mata do Rei". Pertencia à Coroa Real Portuguesa e era povoada por vegetação espontânea.
Ver Mais
Imortalizada nos poemas e no fado de Coimbra, esta Mata é, desde há longos anos, um local de eleição para as mais diversas atividades lúdicas e desportivas.
Ver Mais
Inaugurado em Julho de 2004, o Parque Verde do Mondego é um projecto da autoria do Arquitecto Camilo Cortesão, enquadrado no programa Polis Coimbra, que abrange as duas margens do Rio Mondego.
Ver Mais